Você Pra Mim


Você pra mim sorria, me convidava para sentar ao seu lado, abria a porta como um devido cavaleiro, comentava como a minha pronuncia da língua inglesa era impecável, prestativo assim que cabia, se dizia feliz por me ver, me abraçava com ternura, ria das minhas piadas sem graça e da minha farsa ironia, me dava atenção como ninguém. Você pra mim era assim, e pra outras também. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário