O Dia de Amanhã

Que sensação ótima! Esse ano foi tão bom de amar que merece ser recordado, merece ter mais capítulos, pois, cada dia dele foi uma nova experiência, boa ou ruim, pertenceu a cada um de nós. Oportunidades de amar, de sonhar e de principalmente de viver.

Obrigada Deus, por mais esse lindo ano e obrigada por mais esse que está por vim, é tão maravilhoso dizer que Estou viva! Dias, semanas, meses, tempo que não volta, mas que se renova de uma maneira única para cada um, Reinventando-se a cada segundo. Para muitos esse ano foi memorável para outros amigavelmente descartáveis. Momentos de Vasta monotonia e incríveis lembranças.

Tive Medo do amor e ainda tenho. Desejo que esse novo ano me leve isso, se necessário. Chance de dizer que Amo mesmo foi o que não me falto, mesmo que dito bem baixinho só pro meu coração ouvir. É bom ver como amadurecemos, sim, um ano, um dia, um segundo, pode ser divisível e esclarecedor, uns aprenderam mais, outros nem tanto.

Estive Tão só, Quebrável e um tanto quanto Seca, sem saber se aquilo tudo valeria a pena. Conheci mais fundo essa Humanidade em resistência e tive a oportunidade de ver como ela é capaz de provocar uns aos outros, fiquei ciente como pode ser Indigna sociedade em que vivemos, descobri que Talvez eu pudesse começar a fazer diferente, Um novo começo sem pontos finais e mais vírgulas, para que todos tivessem a oportunidade de escrever um pouco, quem sabe mandar Uma carta para o futuro.

Esqueci de dizer que te amo? Não faz mal, vai ver que não era pra ser, se quer saber mesmo Simplesmente cansei de você, isso sim vitória de fim de ano, se eu achava que era uma Mal amada, agora tenho certeza que eu me amo. Sem mais.

Amigo meu (somos íntimos não é?) vou lhe confidenciar que estou Velha e louca, de chegar ao ponto de pergunta a mim mesma “Quem é essa?” não estou irreconhecível, mas, nova, isso é bom, na verdade é ótimo.

Apenas hoje ou amanha, quem faz isso é Você, eu, ele, ela, todos, Respirando sonhos juntos, para que os últimos segundos de ano valem a pena e que os primeiros minutos do ano que há por vim sejam memoráveis. Queria que fosse uma crônica ou quase, um poema ou só um verso, mais que fosse único.

Momentos e mais momentos, isso que eu desejo para esse novo ano que está por vim, porque afinal é disso que vivemos!

Feliz ano novo para todos os leitores do Mudança de Ares!

Nenhum comentário:

Postar um comentário