Seguimos o Rio


O tempo passa e sempre tem algo que muda, ficamos mais velhos, mais sábios, mais incompreensíveis talvez, descobrimos que aquilo que tanto importava em um passado recente, hoje não faz a menor diferença em um presente quase certo, erramos sempre no mesmo lugar, às vezes por não saber como mudar, como se transforma, isso querendo ou não é uma das coisas mais difíceis que conseguimos fazer, quando conseguimos. Sempre tem algo que suga aquilo que tanto necessitamos conserva em nos mesmos, levando a um desequilíbrio que pode ser devastador e ao mesmo tempo um autoconhecimento. Mudanças nem sempre são essenciais, deixando ver que a única coisa que posso e devo fazer por agora, é dar as boas vindas para o hoje, para o ontem que me ensinou e para o amanha que me espera.

2 comentários:

  1. Nossa que lindo, adorei *o*. Concordo, essa coisa de mudar e abrir a mente para as coisas é um trabalho contínuo em nós mesmos.
    Você escreve muito bem.
    Esse é o meu blog, ainda está no inicio mas se você poder dá uma olhada ficarei feliz.
    http://blogborboletanoestomago.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Sarah! Como você é madura para sua idade! Gostei bastante do que vi. Estou te seguindo aqui e no FB. Quero ver os ares mudando pra você. <3

    Comecei meu blog há pouquíssimo tempo, falo sobre várias coisas, inclusivos mudanças, se quiser aparecer, ficarei feliz: http://www.minhadocenadamolevida.com.br

    ResponderExcluir